A FLIGHT INTO THE OCCULT

capa-por-ara-teles2A Flight into the Occult é o primeiro trabalho solo do músico T4LES, lançado oficialmente no dia 8 de fevereiro, no Instituto de terapias holísticas Acus Natus, em Fortaleza. Fruto de sua bela caminhada espiritual, o disco apresenta 5 músicas à base de guitarra, sintetizador e percussão, sendo 4 instrumentais com títulos em inglês, caracterizando, assim, a universalidade da obra repleta de misticismo e psicodelia, contando ainda com 1 canção de bastante sensibilidade poética na única letra então cantada em português: Amor ancestral.

Foi uma tarde de domingo das mais aprazíveis, uma experiência realmente inédita, não apenas musical, mas especialmente transcendental, de interiorização profunda. Eu que havia chegado ali a sós e de coração aberto, fui tomada pela curiosidade de reencontrar o amigo e ouvi-lo executar suas composições mais recentes. Rapidamente, integrei-me a um grupo que se descalçava dos sapatos à entrada e sentava-se em círculo sobre tatames, como pedem os bons costumes orientais. A partir daí, T4LES pediu para que nos aproximássemos, nos conduzindo a uma jornada ao ocultismo que nos abraçou calorosamente até a noite em um concerto meditativo, interativo e lúdico.

Emocionei-me ante a lucidez de sua fala antes de iniciar aquele show, revelando-nos com muito orgulho, coragem e franqueza o que pôde expandir em humanidade desde o seu passado, quando se enveredou pelo heavy metal, até a busca por ressignificar sonoridades capazes de amplificar consciências. A partir dali, nossos sentidos puderam ser contemplados pela tecnologia moderna, acionada por aplicativos musicais para IPAD, com camadas pop de guitarra elétrica, além de recuperar nossa ancestralidade rítmica através de tambores, maracás, apitos e flautas indígenas.

Abrindo com Mother, trabalhamos nossa energia feminina, em reverência à mãe terra e a todas as figuras avatáricas geradoras de vida, nesse ecumenismo divinal que alcança a graça de Nossa Senhora, emprenhando-nos com a fluidez das águas purificadas por Iemanjá. Neste primeiro momento de introspecção, pudemos captar a nossa essência, em relaxamento induzido pelos acordes plácidos de T4LES que, em seguida, nos propôs um exercício de silêncio com trabalhos manuais, enquanto passava para uma execução visceral de temas líquidos e constelares em: Rainny Night e Starry Night. Durante esse momento, transmutarmos nossas dores pessoais no melhor que podemos ser, em florescimento, o que na Yoga entendemos por Sankalpa (do sânscrito, “construção mental” ou “resolução interior”), uma palavra de afirmação positiva que guardamos conosco até o fim do espetáculo.

Segundo T4LES, nada havia sido ensaiado, confirmando o clima intuitivo com que se sequenciavam todos os movimentos. Inclusive, a participação do público com percussão e instrumentos de sopro xamânicos dava o tom elevado a essa troca energética, em consonância com a alegria de nossas palmas. Ainda, uma projeção de imagens espaciais elevava o ambiente, transportando nossos espíritos a outras esferas, entre luzes, cores, planetas, luas e retratos de civilizações antigas. Durante The Frozen Music, canção predileta de T4LES, conforme o próprio me confessou, fomos conduzidos a um passeio em caravana ao Egito. Em meditação conjunta, visitamos as pirâmides e tive a oculta sensação de que já havíamos nos encontrado antes ali. Total presença.

Ao final, cada um se apresentou, comungando com os demais a sua vibração. Refletimos muito acerca do caráter transitório de todas as coisas, assim como as notações musicais, as variações de escala, tempo e ritmo. Desapegamos através do Amor, da Paz, e da Alegria, sentimentos cantados em hinos que se seguiram à ocasião dos Bis, em um encerramento deveras lindo.

Em mim, ficou impressa a Gratidão pela oportunidade de vivenciar uma música que vai além da apreciação física do som, com mais harmonia e ênfase no silêncio interior. Congratulações fraternas a T4LES pela construção iluminada desta nova senda humana, artística e espiritual. Namastê e muito sucesso!

“QUE TODOS OS SERES SEJAM FELIZES. QUE TODOS OS SERES SEJAM DITOSOS. QUE TODOS OS SERES ESTEJAM EM PAZ”.

Contatos para aquisição do álbum > Fanpage T4LES: https://www.facebook.com/abismotalles