DEGRAU

Cresça e apareça. Pereça a seu tempo, nunca antes.
Que o quedante se restabeleça de ares beligerantes.
A cada passo, deixe-o passar, laço não foi feito para atar.
Atravesse respirando, alteando o pensamento, bem livre.
Vire-se do avesso, fazendo brotar da aversão um verso.
Filtre. Imerso à verdade, não há perigo.
Pois mão, amigo, sempre se estenderá.

PAOLA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s