ENLUTADA

Estou de luto
Pelos que matei em pensamento.
Estou na luta
A favor do armamento em massa.
Desamar é tiro e queda
Caiu? Amor é febre que dá e passa!

É cu e cura, sua coragem ameaça.
Faz engatinhar, depois engatilha.
O dedo afunda até alcançar ferida.
Bulina o medo, faz figuração e figa.
Muitas vezes, nem faz nada, espera.

Desconfigura toda uma raça com sua granada.
Bomba de sangue que recocheteia, erra de veia.
Cheia de véus, bolo de casamento com recheio de vaia
Enquanto a Terra treme, o amor lhe trai.
Que este inferno de céu só loucos atraia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s